L'Hiver

Com o seu céu azul, sua baía fascinante, sua linha de horizonte que encanta… Mônaco se impõe como um destino dos sonhos para a celebração das festas de final de ano. Vague pelas ruas do Centro de Mônaco desfrutando das temperaturas amenas da French Riviera. 

O inverno ameno de Mônaco

Do lado do Porto de Mônaco, as crianças descobrem com olhos maravilhados a pista de patinação, o Vilarejo de Natal, com as atrações, desfiles e o seu mercadinho de Natal, dando acesso a todo a produção do artesanato local. Admire a Praça do Cassino sublimada com decorações e jogos de luzes.

Criada em 1974 por S.A.S. O Príncipe Soberano, o Festival Internacional do Circo de Monte-Carlo possibilita aos maiores artistas internacionais se apresentarem sob a lona do Espaço Fontvieille, disputando o estrelato em termos de maestria, agilidade e palhaçadas; palhaços de ouro, prata e bronze premiam os melhores números.

A festa da Santa Devota, Santa Padroeira do Principado, é celebrada em 27 de janeiro; a tradição manda que uma embarcação seja abraçada no Porto Hercule, em frente à baixada Vallon de Gaumattes, contando com a presença da Família Principesca. 

Ao final do mês de janeiro, o Principado de Mônaco vibra ao ritmo de uma prestigiada prova esportiva: o Rali de Monte-Carlo. O Rali de Monte-Carlo faz parte do WRC (World Rallye Championship) desde 1973, fazendo dele uma competição incontornável. Com partida e chegada no Principado, trata-se do rali mais fascinante, belo e difícil do mundo. 

Todas as estações são belas no Principado…

Prêmio Literário, Prêmio de Composição Musical, Prêmio Internacional de Arte Contemporânea são entregues ao longo de todo o ano pela Fundação Príncipe Pierre de Mônaco, cujo objetivo consiste em estimular a criação contemporânea. Essa fundação, criada em 1966 por S.A.S. O Príncipe Rainier III em homenagem à memória do seu pai, O Príncipe Pierre, grande protetor das Artes e das Letras, organiza igualmente inúmeras conferências sobre temas variados, contando com participantes de renome.

Da comédia ao jazz, do clássico às marionetes, do visual ao one-man show cômico, do francês ao inglês, do italiano ao alemão, o Teatro Princesa Grace, sob o impulso de sua criadora S.A.S. A Princesa Grace, respira ao ritmo do ecletismo.

Sob a direção do seu novo Diretor Artístico e Musical, Kazuki Yamada, a Orquestra Filarmônica de Monte-Carlo transporta todos aos quatro cantos do planeta.

A Ópera de Monte-Carlo apresenta a arte lírica com virtuosismo, em produções excepcionais, tais como Nabucco de Verdi, encenado pela primeira vez em 2002 no Principado, com um Coral de 120 cantores, 60 figurantes, um número considerável de dançarinos e 300 figurinos, com óperas barrocas integralmente revisitadas ou saborosas operetas. A Ópera de Monte-Carlo, sob a direção de Jean-Louis Grinda, propõe uma programação cheia de charme, surpresas e talentos.

Dos Balés Russos de Diaghilev à Companhia dirigida por Jean-Christophe Maillot, os Balés de Monte-Carlo atravessaram um século da história da Dança com extrema paixão. Diretor e coreógrafo, Jean-Christophe Maillot soube fazer evoluir os Balés no sentido da criação contemporânea com as suas próprias obras, assim como através da presença regular de coreógrafos de envergadura internacional, por ele convidados a se apresentarem em Mônaco.

Mês a mês, os Balés, a Orquestra Filarmônica, a Ópera de Monte-Carlo e o Teatro Princesa Grace apresentam espetáculos originais e de altíssima qualidade.