Ver

Destino turístico comprometido, Mônaco participa do Dia Internacional das Florestas

Data de publicação: 17/03/2021
Por ocasião do Dia Internacional das Florestas, a Secretaria de Urbanismo, juntamente com o Ofício Nacional das Florestas (ONF), sugere visitas e ateliês de apresentação.

Com o objetivo de divulgar ao público em geral a importância das diferentes funções dos ecossistemas florestais e das campanhas de conscientização, desde o final da década de 1970, o dia 21 de março é dedicado às Florestas.

Com 20% do seu território coberto por espaços verdes (públicos e privados), o que representa aproximadamente 420.000 m², o Principado de Mônaco trabalha para preservar seu Patrimônio Arbóreo. Inclusive, um Código especialmente dedicado às Árvores foi estabelecido há alguns anos visando reposicionar as árvores no contexto urbano monegasco, a fim de demonstrar a respectiva, além das suas virtudes.

Este documento possibilitou igualmente definir certo número de exemplares notáveis, em função de três critérios (biológico, botânico e patrimonial), sendo criado um Percurso, denominado “Percurso das Árvores Patrimoniais”, no âmbito do programa “Mônaco compromete-se contra o desmatamento”, uma iniciativa envolvendo com o Governo do Principado, a Fundação Príncipe Albert II e a Associação MC2D.

Fazer o Percurso das Árvores Patrimoniais é uma excelente oportunidade de conhecer os bairros de Mônaco graças à visita dos seus célebres jardins, tais como o Roseiral Princesa Grace, o Jardim Japonês, o Jardim de la Petite Afrique, o Jardins Saint Martin e descobrir outros mais, talvez menos conhecidos, como o Jardim da Unesco.

Localizados no Rochedo, os Jardins de Saint Martin incluem agora um Trilha da Biodiversidade. De fato, o levantamento faunístico e florístico com vistas à obtenção do selo de qualidade para o jardim, possibilitou evidenciar a riqueza destes espaços graças às espécies que neles habitam, tais como o corvo-marinho-de-crista, o falcão-peregrino, os morcegos…). Assim, no âmbito do processo liderado pela Secretaria de Meio Ambiente, estes jardins obtiveram o selo EVE (Espaço Verde Ecológico), assim como o Roseiral, o Jardim Japonês e os Jardins da Villa Sauber.

Por ocasião do Dia Internacional das Florestas, 21 de março, será realizado um ateliê na entrada dos Jardins Saint-Martin para a apresentação das ações levadas a cabo no Principado, em conjunto com a O.N.F. O público terá a oportunidade de participar de atividades relativas às florestas e ao Patrimônio Arbóreo (acesso livre e gratuito).



Visitas guiadas por especialistas do O.N.F. foram igualmente planejadas para a descoberta da curva do Mont-Gros, em Roquebrune-Cap-Martin. Essas visitas, gratuitas e acessíveis a todos (mediante reserva) possibilitarão a todos descobrirem as mais recentes ações urbanísticas realizadas neste sítio natural no âmbito do acordo entre o Principado e o ONF. (Hotel para insetos, espelho d’água, arboretum, etc.).


Para maiores informações, acesse: [email protected] ou ligue +377 98 98 22 77