Os outros grandes eventos do ano

  • Monte-Carlo Sporting Summer Festival
    junho de 2019
  • Monaco Yacht Show
    setembro de 2019
  • Festival International du Cirque
    janeiro de 2020
  • Le Rallye Monte-Carlo
    janeiro de 2020
  • Grand Prix de Formule 1 de Monaco
    maio de 2020
  • Monaco Art en Ciel
    julho de 2020

Monte-Carlo Rolex Masters

O torneio de Monte-Carlo (Mónaco) é um torneio de ténis masculino jogado em terra batida, faz parte do ATP World Tour Masters 1000 categoria de eventos organizados pelo ATP, agrupando nove torneios que decorrem anualmente desde 1990 na Europa, América do Norte e Ásia. 

O torneio de ténis de exceção

Foi assim que, em 1897, o primeiro torneio de ténis da história monegasca foi realizado no Principado. À época, o espaço chamava-se Lawn Tennis de Mónaco. Desde o início, o torneio joga-se tanto entre homens como entre mulheres e em duas categorias. Os Torneios Open, pares e handicap. Os primeiros anos foram dominados pelos irmãos Doherty, dois britânicos que brilharam em Wimbledon.

Até 1905 o torneio joga-se, assim, atrás do hotel de Paris e muda-se depois para a Condamine em 1906, que será o primeiro ano em que o registo de homens irá ultrapassar as 16 inscrições com 18 jogadores. Apenas alguns meses depois do armistício de 11 de novembro de 1918, tudo recomeça em 1919. 1914 tinha também marcado a primeira participação de uma certa Suzanne Lenglen. A inglesa dominou, aliás em grande parte, todos os encontros sobre terra batida do Principado entre 1919 e 1926. Estes anos foram também marcados pela participação do rei da Suécia, Gustav V, que assumiu o pseudónimo de Mister G. Jogou, aliás, um grande número de pares mistos com Suzanne Lenglen. No início dos anos 20, o torneio desloca-se para o telhado da Auto-Rivera, uma garagem localizada em Beausoleil. Será a sua penúltima mudança. É com a chegada de George Butler, um americano que teria feito fortuna no comércio de cigarros, que uma grande etapa será ultrapassada. Fanático do ténis, George Butler defende longamente junto da Sociedade de Banhos de Mar, a construção de um grande campo de ténis compatível com a imagem do Principado. O seu desejo será cumprido com a inauguração do Monte-Carlo Country Club a 27 de fevereiro de 1928. E, vendo hoje as instalações do MCCC, a evolução salta aos olhos. A superfície também mudou muito. Agora com um ginásio no subsolo, vestiários profissionais, mas também mais 3 campos do que no início, o MCCC oferece todos os anos melhorias tanto para os seus campeões como para o público. Porque, ainda não há muito tempo,eram os sócios do MCCC que emprestavam os seus vestiários aos jogadores.

O 1º Open

No 1º Open em 1969 participam jogadores profissionais e o torneio classifica-se entre os mais prestigiados. Hoje faz parte dos Masters 1000. Em 2007, numa restruturação do ATP World Tour, o estatuto do torneio é ameaçado. Os organizadores, apoiados pelos jogadores, levam a ATP a tribunal e o torneio conserva o estatuto de «Masters 1000». Contrariamente aos outros torneios desta categoria, os trinta melhores jogadores mundiais não são obrigados a participar, embora a maioria escolha inscrever-se. 

O torneio feminino foi organizado nos anos 1960 e 1970. A última edição data de 1982.
O Masters de Monte-Carlo reuniu 56 jogadores num quadro de eliminação direta em 6 séries. Entre os 56 jogadores, estão 16 cabeças de série e os oito primeiros são isentos do primeiro turno (fala-se de bye). Além disso, quatro jogadores participam no torneio depois de terem recebido um convite (ou wild card). Finalmente um torneio de classificação tem lugar pouco antes do início do Masters de Monte-Carlo dá a sete jogadores a oportunidade de integrar o painel principal.
Os jogos jogam-se em dois sets vencedores com tie-break em cada um jogo.
Até 2006 inclusive, a final jogava-se com o melhor de cinco jogos.
Por seu lado o torneio de pares opunha 24 equipas, ou seja, 48 jogadores, num torneio de eliminação direta em cinco voltas. Entre estas equipas, os oito melhor classificados são cabeça de série e ficam dispensados da primeira volta. Duas equipas são convidadas do torneio e não existe torneio de qualificação. Os jogos jogam-se igualmente em dois sets vencedores com tie-break em cada jogo. Desde 2006, a terceira volta é substituída por um super tie-break.
O Rolex Monte-Carlo Masters é:

  • Um dos mais prestigiados torneios de ténis do circuito masculino
  • O 1º grande torneio da temporada Europeia
  • Um quadro excecional cada ano com a participação dos melhores jogadores do mundo
  • 2 campos principais numerados, 3 campos anexos de classificação livre e 6 campos de treino
  • 135 809 espetadores em 2017

O Palmarés

Em abril de 2017, Rafael Nadal não perdeu o seu tempo no rochedo monegasco. Ao derrotar Albert Ramos-Vinolas (6-1, 6-3) na final, deu alguns passos suplementares na história. Rafael Nadal ganhou o troféu 10 vezes seguidas entre 2005 e 2012, depois em 2016 e 2017. É o único jogador a ganhar o mesmo troféu tantas vezes, consecutivamente ou não.  (Palmarés)