Outros grandes eventos do ano

  • Os Balés de Monte-Carlo
    outubro de 2023
  • Rolex Monte-Carlo Masters
    abril de 2024
  • Mônaco E-Prix
    abril de 2024
  • Grande Prêmio Histórico de Mônaco
    maio de 2024
  • Grande Prêmio de Fórmula 1 de Mônaco
    maio de 2024
  • Top Marques Mônaco
    junho de 2024
  • Festival de Televisão de Monte Carlo
    junho de 2024
  • Monaco Energy Boat Challenge
    julho de 2024
  • Jumping International de Monte-Carlo
    julho de 2024
  • Monte-Carlo Summer Festival
    julho de 2024
  • Artmonte-carlo
    julho de 2024
  • Exposição de verão - Grimaldi Forum Monaco
    julho de 2024
  • Concertos no Palácio Principesco de Mônaco – OPMC
    julho de 2024
  • Meeting Herculis EBS
    julho de 2024
  • Gala da Cruz Vermelha Monegasca
    julho de 2024
  • Monaco Yacht Show
    setembro de 2024

Festival de Jazz de Monte Carlo

De 17 de novembro a 2 de dezembro de 2023, o Principado torna-se palco incontornável para o Jazz, com o seu Monte-Carlo Jazz Festival no cenário idílico da Ópera Garnier. 
Uma mistura de tradição e novas inspirações musicais vindas dos quatro cantos do globo, concedendo destaque especial à criação.

Criado em 2006, sob o impulso de Jean-René Palacio, grande amante da música e fã de jazz, este festival traz os maiores nomes do jazz ao palco da Ópera Garnier.

Jazz, evento artístico de inverno

O Monte-Carlo Jazz Festival sempre acontece em novembro. A escolha deste mês pelo fundador do festival não foi fortuita. Com efeito, Jean-René pretendia criar um evento complementar à temporada artística da Salle Garnier, à qual faltava eventos de inverno para oferecer ao Principado, além de haver uma lacuna quanto ao estilo musical.
O intuito era investir em um espaço inusitado para celebrar uma música tão contemporânea quanto o Jazz ou o Rock.

Desde o seu início, mais de uma centena de grandes nomes do jazz já se apresentaram na Ópera Garnier, incluindo: Herbie Hancock, Gregory Porter, Chick Corea, Diana Krall, Sonny Rollins ou Mélody Gardot.

Um trampolim

Este festival concede destaque todo especial aos artistas menos conhecidos, possibilitando-lhes serem conhecidos pelo público em geral.

Muitos deles se tornaram verdadeiras estrelas do jazz, tais como Avishai Cohen, Raoul Midon, Roy Hargrove e Esperanza Spalding.
Sem esquecer o trompetista Ibrahim Maalouf que se apresentou em Bercy no ano de 2016, após ter sido descoberto no Festival de Jazz de Monte-Carlo em 2012.

Abertura para outros estilos musicais...

Para atrair um público mais amplo, a programação dos festivais inclui artistas com pouca ou nenhuma ligação com o Jazz. Qual o objetivo? Democratizar o Jazz. O Festival está aberto a todas as correntes musicais, mesmo mantendo o seu DNA. 
No passado, cantores como David Hallyday, Christophe e o quebequense Robert Charlesbois se apresentaram no Principado durante este festival.

Artistas em cartaz em 2023

Nesta 17ª edição, o Monte-Carlo Jazz Festival quer ser mais eclético do que nunca. A programação oferecerá 11 datas com Ron Carter, Billy Cobham, Steve Gadd, Jan Garbarek, Macy Gray, Jeanne Added, Alex Jaffray apresentando “Le Son d’Alex”, além de Pianoforte (Baptiste Trotignon, Bojan Z, Eric Legnini e Pierre de Bethmann), Kareen Giock Thuram, Thomas de Pourquery, Keziah Jones, Incognito, Léon Phal e Dominique Fils-Aimé!

Afora este conjunto de artistas de renome, o Festival de Jazz de Monte-Carlo propõe uma programação especial de filmes de jazz, com a exibição do filme “Bird” de Clint Eastwood, em parceria com o Institut Audiovisuel de Monaco!


Ademais, as novas gerações de músicos da Academia Rainier III farão o concerto JAZZ & MODERN MUSIC, contribuindo com o projeto.

Créditos das fotos: © Société des Bains de Mer Monte-Carlo/Monte-Carlo Jazz Festival/Christophe Abramowitz/Ray Cabello/DR / Alice Lemarin et agency bremme und hohe