Ver

Os Jardins des Boulingrins

A montante do Cassino, o jardim “à francesa” dos boulingrins proporciona uma vista magnífica sobre a Praça do Cassino.  

No seu centro, este surpreendente espelho que reflete o majestoso Cassino de Monte-Carlo. Uma sucessão de fontes, pavilhões e canteiros de flores em pleno coração de Monte-Carlo. As benfeitorias do jardim datam de 1865, ao mesmo tempo em que ocorria a construção do Cassino e do Hotel de Paris.

Um pouco de história...

Um jogo similar à bocha já era praticado no século XVII nas passagens que cruzam os jardins.  Os passeios de jardins eram muito frequentados pela clientela britânica que denominava este lugar de convívio o “green”, foi assim que o “Bowling-green” se tornou “Boulingrins”.
Os jardins passaram por inúmeras transformações. A última foi concluída em 1989, após a construção de um estacionamento subterrâneo escavado na rocha e coberto por uma laje de concreto. Foi nesta última que os atuais jardins foram projetados para proporcionar um agradável passeio em meio a refrescantes jatos d’água e flores.

Entrada franca 

5 Pavilhões circulares, futuristas e efêmeros…

No âmbito das obras programadas para a destruição do Sporting d’hiver, as palmeiras, árvores e plantas deste jardim mudaram temporariamente para estufas e terrenos da SBM. Com efeito, o espaço abrigará as butiques de luxo de Monte-Carlo durante o período de obras.

Justaposto aos Jardins da Petite Afrique, este conjunto foi concebido como um verdadeiro projeto botânico exótico e luxuriante. Palmeiras, grama-pelo-de-urso, estrelícias, bambus sagrados, hibiscos da China… Em tão belo cenário, as compras acabam adquirindo algo de sublime. Tudo aqui foi concebido respeitando-se a Carta Ambiental e as prescrições da certificação Be Green. Luxo, tranquilidade e volúpia, longe do tumulto urbano.