A trilha de árvores de património

Não hesite em fazer o Percurso das Árvores tombadas pelo Patrimônio… concebido pela Secretaria do Ordenamento Urbano, pela Fundação Príncipe Albert II e pela Secretaria do Turismo, ele proporciona a todos uma visão geral do Patrimônio Verde do Principado.

O Principado de Mônaco é o segundo menor Estado independente do mundo. Em uma superfície de 2 km², jardins e parques ocupam 470.000 m², ou seja, mais de 20% do território.

O Jardim Exotique, o Roseiral Princesa Grace, os Jardins da Petite Afrique, os Jardins Saint Martin e o Jardim Japonês figuram entre os mais conhecidos, mas Mônaco possui muitos outros espaços verdes públicos ou privados.

Este “Patrimônio Verde” precisa ser protegido e inúmeras iniciativas foram tomadas a fim de fortalecer a sua preservação.
Assim sendo, um “Código da Árvore” foi implementado em 2011. Este documento igualmente possibilitou proceder à classificação de determinados vegetais como árvores “notáveis”.

Em decorrência desta classificação, nasceu em 2013 o Percurso das Árvores tombadas pelo Patrimônio. Ele apresenta uma seleção dos vegetais mais notáveis situados na porção Leste do Principado (Bairros de Monte-Carlo e Larvotto).

BAIXAR O BROCHURA 

O que é uma Árvore Patrimonial? 
As Árvores Patrimoniais de Mônaco são identificadas em função de três critérios:
Biológico: De acordo com o cálculo da circunferência da árvore, levando-se em conta a expectativa de vida para as espécies mais antigas, com exceção das Arecaceae (palmeiras), as quais funcionam de modo inverso e relativamente às quais o cálculo ocorre considerando-se a altura do tronco;
Botânico: De acordo com a raridade da espécie e a sua presença no território;
Socioambiental: De acordo com a origem e a história da árvore, bem como em função do papel que ela desempenha na representatividade de um espaço socioambiental.
Mais de mil árvores obtiveram o status de árvore patrimonial. Eles foram todas identificadas, marcadas e materializadas com o auxílio de uma placa mencionando certo número de informações.
Disposições específicas foram implementadas, especialmente no tocante aos tratamentos e aos eventuais deslocamentos.

 

O Percurso Árvores tombadas pelo Patrimônio de Mônaco é sugerido no âmbito da iniciativa “Mônaco se compromete contra o desmatamento”, da qual participam várias entidades e empresas monegascas.

O Percurso está prestes a ser prolongado. Ele integrará os vegetais situados a Oeste do Principado (centro de Mônaco e Fontvieille). Este “Novo Percurso das Árvores Patrimoniais” apresentará os 92 espécimes mais notáveis do Principado.